A Airfluencers preza pelo bem estar de seus cliente e funcionários!

Por conta do novo Coronavirus, a empresa toda fará home office de 16/03 a 20/03. Mas não é por isso que deixaremos de atendê-los da mesma forma de sempre!

Pedimos somente que, caso tenha alguma dúvida ou problema, nos contate pelo chat da plataforma (balãozinho rosa à direita da janela), site, e-mail, ou via direct de nossas redes.

Por Airfluencers

Em 03 de June de 2020

Eles são ansiosos, desconfiados, cautelosos, autênticos, muito direcionados aos seus propósitos e extremamente criativos. 

A geração Z e seu tamanho – 2,6 bilhões até 2020 – e poder de compra anual de US $ 44 bilhões, são claramente atraentes para os profissionais de marketing.

Bom, talvez ninguém entenda esse grupo tão bem quanto Connor Blakley, o empresário de 18 anos que fundou uma das maiores agências de marketing para a geração Z, a YouthLogic. A empresa, presta consultoria para marcas que querem atingir um público jovem e virou referência no mercado. 

Confira as 10 dicas infalíveis que Connor deu para atingir esse público.

  1. 1. Crie uma história de marca única

    Embora ter uma história de marca não seja uma prática nova, existem muitas marcas por aí que mantém as mesmas narrativas padrão. As marcas precisam se destacar através de uma história de marca diferenciada.

  2. 2. Foque na autenticidade

  3. Transparência, autenticidade e consciência social são muito importante para a Gen Z. As mídias sociais fizeram deles especialistas em autenticidade e as marcas precisam alinhar suas decisões com quem elas são como organização para poder atingi-los de verdade. 

 

  1. 3. Potencialize as táticas de marketing da nova era

  2. O Instagram e o Tik-Tok, são duas plataformas de marketing emergentes, com uma grande quantidade de oportunidades para as marcas alcançarem os consumidores. Faça transmissões ao vivo, crie conteúdo interativo, converse com o seu público e procure novos formas de conteúdo para atingi-los. Existem muitos formatos que podem ser explorados e poucas marcas utilizam. 

 

  1. 4. Integre a história da marca na cultura moderna

  2. Os jovens adoram cultura. Seja o meme mais recente, a música mais quente ou a tendência da moda mais icônica, a cultura guia os hábitos de consumo dos jovens e, se as marcas alinham sua história com a cultura moderna, elas podem impactar esses hábitos.

 

  1. 5. Campanhas de conteúdo otimizadas para compartilhamento

  2. O conteúdo é o rei desde que a mídia social tomou conta da vida dos jovens. As marcas precisam garantir que suas campanhas de conteúdo possam ser compartilhadas facilmente e que possam ser virais. Isso maximiza o impacto e o alcance.

 

  1. 6. Inverter oferta e demanda

  2. A marca Supreme foi pioneira no modelo de negócios de manter a oferta baixa e permitir que disparasse na demanda. Isso permite esgotar-se minutos após o lançamento de cada linha e cobrar um preço alto nos seus produtos. Criar um hype (algo que é muito falado e admirado) por trás de uma marca e utilizar lançamentos limitados pode aumentar drasticamente o valor percebido de marca para os jovens.

 

  1. 7. Inove com influenciadores

  2. Os influenciadores são uma ferramenta de marketing há décadas, e são frequentemente usados ​​como um porta-voz das marcas. Entenda o que o público-alvo do influenciador deseja e qual é o valor único do influenciador e crie um segmento de conteúdo novo e inovador que agrada a esse valor e aos desejos do público.

 

  1. 8. Esteja em todos os lugares

  2. Uma campanha não será suficiente. Os jovens usam várias redes sociais e consomem milhares de conteúdo todos os dias; portanto, as marcas precisam executar várias campanhas e estar em todos os lugares para colher os frutos do seu trabalho. 

 

  1. 9. Fique antenado nas tendências da geração Z

  2. Os jovens estão sempre conscientes do que é legal e do que não é, pois passam horas nas mídias sociais. Se uma marca é antenada e fala a mesma língua que eles, o departamento de marketing terá um trabalho mais fácil de atrair seus gostos e preferências. 

 

  1. 10. Mantenha as coisas informais

  2. Ninguém quer construir um relacionamento com uma empresa obsoleta. Você pode fazer uma campanha mais jovem e ao mesmo tempo continuar com as campanhas mais casuais também. Um exemplo disso é a rede de Fast-food, Wendy’s. Eles se comunicam muito com a Gen Z no twitter e são hilários. 

 

 

A qualidade do conteúdo vai muito além da superprodução. Os consumidores não esperam algo de alta qualidade o tempo todo. O mais importante para eles é se identificar, se conectar e interagir com aquele conteúdo. 

No momento em que você posta o conteúdo, ele já se tornou “antigo” e vai morrer no seu feed. O seu desafio é dar motivos para fazer aquele público voltar e continuar te acompanhando para que você consiga criar um relacionamento com ele. Temos que continuar sendo interessantes e engajados todos os dias, para que eles sempre voltem. Seja atraente. Seja diferente. 

 

fontes: Adweek / ChiefMarketer