Por Priscila Sampaio

Em 20 de May de 2019

De acordo com estudo realizado pela equipe Airfluencers, as marcas tiveram somente 0,5% de citação nas menções analisadas do Twitter.

Nosso estudo sobre marcas teve destaque nos portais do Meio e Mensagem, Adnews, E-Commerce Brasil, ABC da Comunicação e Portal Making Of.

Os impactos da influência digital das marcas  

Apesar das redes sociais trazerem grande apelo para data de Dia das Mães, as empresas ainda não conseguiram impactar os consumidores a ponto de serem lembradas quando os internautas falam sobre presentes.

Foram analisados 101.288 publicações no Twitter, no período entre 16 de abril a 12 de maio.

As publicações são altamente fragmentada em relação aos assuntos, dos quais os mais abordados são promoções, compra de presente, almoços e ensaios fotográficos.

Entre as mães internautas e até mesmo as influenciadoras de maternidade, foram citados alguns itens para o presente. Algumas pediram perfumes, roupas, flores e panela. Sim, panela, demonstrando que a mãe atual também pode desejar ter como presentes panelas.

Contudo, a proximidade da Páscoa (21/04) e o Dia das Mães (12/05) gerou comentários da falta de recursos financeiros para presentear a mãe nessas duas datas. Foram feitas 474 menções desse tipo de assunto.

Influência da maternidade

As mamães de primeira viagem esboçaram a alegria de ser a primeira data comemorativa para elas. Gerando 197 menções sobre a alegria do seu primeiro Dia das Mães.

Outro sentimento verificado nesse universo foi a saudade ou a falta que a mãe faz. Identificamos que 116 postagens falaram sobre isso.

O almoço com a mãe é um ritual mencionado em 113 postagens.

Produtos x Experiência das marcas

O que se observa pela pesquisa realizada pela Airfluencers, é que os internautas falaram sobre promoções em shopping ou varejo em 701 publicações no Twitter.

Um dos destaques ficou para a realização de ensaios fotográficos ou a vontade de fazer as fotos com os filhos. Foi citado em 236 posts.

Marcas Não são lembradas

No Twitter 2.733 mil menções se referem a dar ou receber presentes nessa data. Contudo, somente 488 tweets especificaram alguma marca.

A audiência mostrou uma grande fragmentação de assuntos sobre o Dia das Mães e as marcas não conseguiram se posicionar de maneira forte gerando lembrança.

As empresas são pouco lembradas pelos internautas, mostrando que mesmo com promoções ou ativações nas redes sociais, a comunicação não está sendo eficiente e não gerou lembrança de marca.

Categorias sem marca específica tais como flores, chocolates, perfume, bolsas, canecas, roupas, sapatos e, SIM, panelas, foram os artigos mais mencionados como possibilidade de presente e juntos representaram 554 menções.

Das marcas que foram citadas nas publicações, tivemos:

O Boticário – 132 menções

Amazon – 46 menções

Samsung – 34 menções

Ninho – 29 menções

Renner – 29 menções

Avon – 25 menções

Riachuelo – 25 menções

Casas Bahia – 14 menções

Eudora – 14 menções

Apple – 11 menções

Existe um espaço para as marcas se posicionarem, por exemplo, através da maternidade real, deixando um pouco de lado uma visão romantizada e antiga da maternidade. Por exemplo, embora milhões de mães brasileiras, seja “mães solo” e criem seus filhos sozinhas nenhuma marca tocou nesse assunto durante o período.

Conclusão

As marcas que encontrarem um posicionamento claro dentro de um dos segmentos que a maternidade atual, conseguirá tanto lembrança como preferência de compra.

O trabalho de marketing de influência é um grande gatilho para se ter impacto nas redes sociais e lembrança, já que uma campanha estrutura e bem realizada com influenciadores digitais, poderá propagar a marca da forma de “indicação de um amigo”.

Não perca o nosso Webinar: Tudo sobre estratégias sazonais no marketing de influência.

Dia 30/05 às 15hs

Se inscreva agora!

marketing de influência: marcas

marketing de influência: datas sazonais