A Airfluencers preza pelo bem estar de seus cliente e funcionários!

Por conta do novo Coronavirus, a empresa toda fará home office de 16/03 a 20/03. Mas não é por isso que deixaremos de atendê-los da mesma forma de sempre!

Pedimos somente que, caso tenha alguma dúvida ou problema, nos contate pelo chat da plataforma (balãozinho rosa à direita da janela), site, e-mail, ou via direct de nossas redes.

Por Airfluencers

Em 20 de May de 2020

De repente, somos obrigados a mudar nossos hábitos de consumo devido a quarentena e trocar nossas “saídas” por reuniões em casa e happy hours virtuais.

Diante desse impacto, percebemos que o consumo de bebidas alcoólicas tem sido frequente dentro de casa, mas mesmo assim, a queda em vendas foi muito alta. 

O motivo é que 61% do consumo de bebidas alcoólicas acontece em bares, restaurantes, casas noturnas e eventos, de acordo com pesquisa feita pela KPMG. 

QUEDA NAS VENDAS 

A venda de bebidas alcoólicas caiu 52% no período de 15 a 31 de março, segundo dados da Associação Brasileira de Bebidas (Abrabe). A entidade, que reúne produtores de destilados, cachaça, cerveja e vinhos, afirma que 40% sentiram um declínio de faturamento ainda maior. 

(fonte: EXAME)

O DELIVERY SE TORNOU ESSENCIAL

O delivery agora faz parte da realidade de muitas pessoas e não é diferente para os consumidores de bebidas alcoólicas. 

Com restaurantes, bares e baladas fechadas, pessoas ao redor do mundo trocaram o consumo de bebidas na rua pelo conforto do lar. No Brasil, sites como Evino e Clube do Malte têm registrado crescimento em pedidos desde o início da quarentena, por exemplo. No Clube do Malte, as vendas cresceram 70% em abril e o número de clientes assinantes cresceu 56% entre o primeiro e o segundo bimestre. A Evino viu os pedidos crescerem 20% entre fevereiro e março em relação a 2019 e um aumento de 72% em novos clientes no período.

(fonte: VEJA)

MARCAS TEM SE SOLIDARIZADO COM A SUA COMUNIDADE

Desde donos de bares a garçons, são muitos os que durante esta pandemia tiveram quedas abruptas nas vendas ou perderam seus empregos. Por isso, muitas marcas de bebidas têm feito campanhas para ajudar esta comunidade, criando fundos de apoio, vouchers e até divulgações nas redes sociais.

A Diageo anunciou a iniciativa de doar parte dos lucros de maio no e-commerce TheBar para um fundo de apoio à bartenders durante a quarentena. Além disso, ela irá oferecer cursos de capacitação remunerados para os profissionais a partir da sua plataforma Diageo Bar Academy, em um investimento que deve chegar a 500 mil reais.

 

A marca Bohemia lançou um site chamado Ajude um buteco. O site vende vouchers que poderão ser utilizados em bares e botecos quando eles abrirem.

 

ENTENDENDO O REAL MOMENTO DO CONSUMIDOR:

Na campanha “Connections” a Heineken mostra de maneira bem humorada os problemas que enfrentamos em nossas interações por vídeo. Uma forma de aproximação bastante humana com a audiência. 

 

A IMPORTÂNCIA DOS PRODUTOS ARTESANAIS E LOCAIS

Neste período de pandemia as pessoas começaram a apoiar mais os produtores locais e artesanais. É muito provável que estas marcas cresçam bastante durante a quarentena e se tornem parte da vida das pessoas de agora em diante. 

As cervejarias artesanais Dádiva, Japas e Mafiosa se uniram e fizeram uma ação na intenção de intensificar medidas de proteção em uma campanha de incentivo para que os clientes pratiquem o distanciamento social, optando por pedidos por meio do sistema de delivery como forma de apoiar as pequenas empresas do setor e estimular a economia do segmento.

A campanha  acompanha a hashtag #EuBeboEmCasa para estimular os consumidores a postarem suas escolhas de bebidas nas redes sociais. 

Para ajudar, as empresas elencaram uma lista de bares que já estão nos aplicativos de entregas para fazer o pedido. 

A MELHOR HORA PARA O CONSUMO 

A marca de vinhos australiana Cobveco descobriu através de uma pesquisa que a melhor hora para se tomar vinho é às quartas, precisamente às 6:55 da tarde.

Gillian Walters, diretora de vendas e marketing da Cobevco, explicou: “À medida que nossa semana de trabalho se torna mais longa e o estresse começa a surgir, as pessoas estão se voltando para o vinho como um presente no meio da semana e como uma fuga – seja da vida no escritório ou de sua família”. 

A expressão “Wine Wednesday” se tornou popular, e numa busca no instagram por #WineWednesday encontramos quase 1,3 milhões de posts!

 

OS INFLUENCIADORES PODEM AJUDAR! 

Se antes os influenciadores já eram uma boa estratégia por ter uma proximidade quase que de amizade com os seus seguidores, agora, vivendo na mesma situação que todos nós, eles podem ajudar e inspirar ainda mais as comunidades. 

A Influenciadora Maria Cevada, por exemplo, especialista em cervejas artesanais, compartilha em seu perfil todo o tipo de dicas sobre o assunto. Na quarentena, ela tem feito posts divulgando as pequenas marcas que estão entregando por delivery.