A Airfluencers preza pelo bem estar de seus cliente e funcionários!

Por conta do novo Coronavirus, a empresa toda fará home office de 16/03 a 20/03. Mas não é por isso que deixaremos de atendê-los da mesma forma de sempre!

Pedimos somente que, caso tenha alguma dúvida ou problema, nos contate pelo chat da plataforma (balãozinho rosa à direita da janela), site, e-mail, ou via direct de nossas redes.

Por Airfluencers

Em 08 de April de 2020

Marcas traçam estratégias para poder melhorar suas vendas em meio à crise

A Páscoa é um dos momentos mais especiais do ano para reunir a família, fazer um almoço especial e se deliciar com os ovos da Páscoa. Porém esse ano, a situação é diferente. A maioria das pessoas não lembrava até semana passada que a Páscoa estava chegando. Claro, diante do problema enorme que estamos vivendo, fica difícil mesmo lembrar de datas comemorativas, afinal, as fontes de notícias e redes sociais só sabem falar sobre uma coisa: Coronavírus. 

A Airfluencers fez uma pesquisa para identificar o que estava sendo abordado referente a Páscoa neste momento nas redes sociais, como as pessoas pretendem lidar com o isolamento em um dia de comemoração com a família e sobre as compras dos Ovos da Páscoa. 

As pessoas querem ovo de páscoa, sim!

De acordo com a nossa pesquisa, em 57% dos posts analisados, os internautas dizem ter a intenção de comprar ovos para essa Páscoa, o que mostra uma média alta para o momento que estamos vivendo e reforça a oportunidade das marcas que se adaptarem a novas formas de venda do produto, com e-commerce e delivery.
Em 31% dos posts, os usuários demonstram interesse em ganhar ovos de páscoa neste feriado. Dos posts analisados, apenas 5%, indicaram menções de produção e vendas de ovos de Páscoa e utilizando a rede para divulgação de seus produtos. Por fim,  5% dos usuários da rede afirmam quererem ovos de Páscoa, mas não mencionam intenção de compra.

E o almoço da Páscoa, como fica?

Quanto ao tradicional almoço de Páscoa, o cenário muda um pouco. Juntar a família neste momento delicado pode ser um risco a saúde das pessoas, por isso, 68% da audiência opta por não reunir familiares durante o feriado, o que traz sentimentos como mágoa, raiva e estranheza. Porém, ainda existe uma parcela de 31% que vão comemorar mesmo estando em quarentena seja com os familiares que moram juntos, seja por vídeo chamada ou até pequenos encontros.

 

Quais as marcas mais mencionadas?

Em 22% dos posts analisados, alguma marca foi mencionada, sendo a Cacau Show, a marca com mais da metade das menções feitas. Em seguida temos a Kinder e a loja de departamentos muito conhecida pela venda de ovos de Páscoa, as lojas Americanas.

Uma das razões que afetam esses números é justamente o fato dessas marcas estarem fazendo campanhas fortes na internet. A Cacau Show por exemplo, investiu em vendas online e delivery para as grandes cidades. A Lacta, fortemente presente no varejo tradicional, também está investindo em plataformas digitais de entrega e vendas online. 

Ainda é muito cedo para mensurar esse impacto no varejo e até mesmo com os pequenos empreendedores. Segundo o professor de economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Marcos Antônio de Andrade, o brasileiro acaba deixando para comprar as coisas em cima da hora e ele entende que 80% dos produtos direcionados a esta data não foram comprados ainda, portanto fica difícil de entender o impacto. 

Ajudando pequenos comércios

Os pequenos mercados e produtores de ovos da Páscoa sob encomenda vão ter uma queda drástica também que pode prejudicar muito o seu negócio. Muitos deles sobrevivem de picos como o da Páscoa para terem um impacto positivo nas vendas, por isso, algumas marcas e influenciadores usaram esta data para ajudar essas pessoas. Eles estão divulgando seus trabalhos e até mesmo doando ovos, como foi o caso da rede de restaurantes Outback, que destinará 7.600 ovos da páscoa para mercadinhos, padarias e empórios da Grande São Paulo.  

 

Seja um grande varejista ou não, fique atento às oportunidades. Ainda é tempo de despertar a atenção do consumidor, afinal muitos deles ainda nem foram às compras e podem estar esperando um estímulo de alguma promoção diferente ou um delivery que possa trazer o produto até sua casa durante essa quarentena, por exemplo. Lembrando que é sempre importante reforçar a higienização dos produtos, afinal você estará lidando com a saúde das pessoas.