Por Priscila Sampaio

Em 24 de June de 2019

Influenciadores digitais do nicho de LGBT têm oportunidades de conversão em temas como Moda, Viagem e Gastronomia

A parada gay em São Paulo, realizada no dia 23 de junho, trouxe diversos pontos para reflexão, tanto em questões de respeito à orientação sexual, como direitos civis e destaque de influenciadores digitais LGBT. 

Marcas como a Natura, O Boticário, Lojas Americanas, Riachuelo já estão trabalhando essa temática em suas propagandas, da relação homoafetiva e não é só pelo tom de causa, mas por ser um público forte para o consumo

De acordo com o Censo do IBGE 2010, casais gays brasileiros têm, proporcionalmente, uma renda média mensal maior do que casais de heterossexuais. Há então uma oportunidade de alcançar um público com mensagens direcionadas a ele.

Influenciadores de nicho LGBT

O marketing de influência é um forte aliado para as marcas atingirem esses consumidores em potencial. A premissa é oferecer experiência de produtos e de forma igualitária, porém conversando com uma audiência específica. 

Não há qualquer relação em oferecer somente produtos especialmente para homossexuais. É se relacionar com um influenciador, assumidamente gay, que engaja bem quando se fala de temas como Viagem, Fitness, Gastronomia, entre outros tantos. 

Além de disseminar a política do bem, em que todos são iguais, estará atingindo de forma pioneira, uma audiência que ainda não está sendo aproveitada em sua totalidade.

E nesse contexto, os microinfluenciadores podem ser o gancho de conversão de vendas, ou ainda quando se fala em celebridades, como o Pablo Vittar, estará gerando awarennes para a marca. 

Cruzando temas

Abaixo, indicamos influenciadores digitais LGBT que performam bem em mais de um tema, e claro, que não seja de Ativismo, mas categorias que podem ser exploradas pelas empresas e criar um novo público rentável para o seu negócio. 

Para essa indicação, levamos em consideração o Airscore geral e de tema. (Airscore é uma métrica própria que avalia a qualidade média do engajamento do influenciador. As notas variam de 0 a 1000.). Além de outros índices de interação, como a capacidade de gerar comentários, que é fomentar a conversa sobre o assunto. 

Influenciadores digitais LGBT com relevância

A plataforma Airfluencers tem a capacidade de metrificar o comportamento dos influenciadores digitais LGBT, um verdadeiro raio-x. Ao analisar as categorias que os influenciadores trabalharam nos últimos 90 dias, é esmiuçado quais temas foram abordados. 

Aqui é possível tirar insights para trabalhos além do óbvio, e alcançar uma nova audiência. 

1 – Reinaldo Montalvão em Gastronomia

Reinaldo é ator e profissional da TV. Seu Airscore geral é de 942. Ele utiliza-se do humor para as suas produções, principalmente em vídeo. Como tema principal é o Entretenimento, em seguida vem Ativismo e Gastronomia, cujo tema que abordou foi Chocolate. As marcas de chocolate podem aproveitar esse viés de humor e doce para criar campanhas criativas, já que seu Airscore de Gastronomia é de 999, nota altíssima. 

2 – Alexandra Gurgel #corpolivre em Moda

A Youtuber tem como característica produzir conteúdo sobre a aceitação do corpo. Seu Airscore geral é de 932 e fez 85 publicações nos últimos 90 dias. Entre os temas que aborda, o principal é Ativismo e em seguida Moda. Aqui as marcas de plus size tem a oportunidade de trabalhar em relação a beleza e produção de roupas que atendam a esse público LGBT e manequins acima de 46. E tudo em harmonia.

3 – Klébio Damas em Lifestyle

De Geek a Rolezeiro, o Youtuber do canal Mundo Paralelo tem o Airscore geral de 988. Seu tema principal no Instagram é de Entretenimento, porém ele engaja bem em Lifestyle, que compreende viagens e tem como ponto de destaque o uso da piscina. Com 965 de Airscore, aqui há a oportunidade de trabalhar com moda praia/piscina.  

4 – Luisa Marilac em Viagem

A autora do livro “Eu Travesti” tem uma abordagem extrovertida, com humor e mensagem de incentivos. Seu Airscore geral é de 783. O tema principal de suas publicações é Ativismo e performa bem em Viagem, com 830 de Airscore. O interessante é hoteis, agências de viagens que façam parcerias com locais que oferecem respeito e programação que englobam esse público. 

5 – Tehh Queiroz em Cabelos

Stevan Queiroz é um transgênero e trabalha em seu perfil sobre a transição de quando era mulher para a fase de homem. Seu Airscore é de 863, com o tema principal de Ativismo, porém apresenta bom engajamento em Cabelos, com Airscore de 977. Marcas de cosméticos podem criar e trabalhar para um nicho específico e ter conversão em vendas por ser indicada por uma pessoa que vivencia a mudança de gênero. 

Conclusão

As marcas e agências de digital influencers devem reconhecer como trabalhar de forma eficaz um time de influenciadores digitais LGBT. É importante pesquisar como cada perfil pode trazer novas oportunidades. 

Nesse caso, de LGBT, há também o posicionamento da empresa, em se relacionar com influenciadores que sejam ligados à uma bandeira. 

Criar campanhas com pessoas influentes de um nicho é uma oportunidade de alcançar um novo público e converterr novos clientes para a marca. 

Na Parada Gay de 2019, reuniram-se mais de 3 milhões de pessoas na região da Av. Paulista, de São Paulo. São milhares de oportunidades para se converter em vendas ou fortificação de marca.