Por Priscila Sampaio

Em 07 de May de 2019

Sobre "Os Vingadores: O Ultimato", entre os personagens mais citados no Twitter está Thanos, o vilão.

Um dos filmes mais esperados do ano é “Os Vingadores: Ultimato”, da Marvel Studios, que estreou há 11 dias e ocupa a posição de segunda maior bilheteria da história do cinema. Até o dia de hoje, já foram arrecadados US$ 2 bilhões em todo mundo.

Não à toa, os internautas geraram posts, comentários e conversas sobre a obra e cada personagem criou uma verdadeira rede de influenciadores que falam sobre o assunto e geram debates ao redor dos super-heróis.

A Airfluencers, empresa de marketing de influência, fez um recorte desse mar de comentários para entender as preferências do público.

Nosso estudo foi destaque no portal da Rádio Geek.

Menções de Os Vingadores: Ultimato no Twitter

Fizemos uma análise de 24.872 mil menções no Twitter, no período de 18 a 24 de abril. Os brasileiros que criaram campanhas para evitar spoiler propagaram a hashtag: #vingadoressemspoiler, que representa 21% das citações.

Enquanto a ansiedade pela estreia foi demonstrada por 3% da audiência, a busca por ingressos representou 4% das menções analisadas.

O filme é marcado por fortes emoções apresentadas no longa e por conta disso 7% dos tweets analisados apontam a vontade de rever o filme.

Personagem preferido

O público brasileiro surpreende em suas citações, como citar mais vezes um vilão em vez dos personagens de destaque e do bem.

Thanos (Josh Brolin), vilão poderoso, que desafia os vingadores, foi o mais citado nas publicações com 30%. Em seguida está o Thor (Chris Hemsworth) com 14% e Homem de Ferro (Robert Downey) com 7%.

Veja o restante das citações dos personagens:

Capitão América – 8,09%

Loki – 8,07%

Capitã Marvel – 7,6%

Viúva Negra – 6,7%  

Gavião Arqueiro – 5,4%

Nicky Fury – 3,5%

Hulk – 2,8%

Homem Aranha – 1,8%

Doutor Estranho – 1,5%

Rocket – 0,5%

Nebula – 0,4%

Marvel e marketing de influência

Uma das performance de marketing da Marvel é criar um universo da marca, em que há ramificações, que chama a atenção do público, criando a expectativa de desfechos de filmes, um interligado ao outro, criação de séries de TV, além de humanizar os heróis, trazendo conflitos pessoais, que são comuns a qualquer ser humano.

De acordo com Ivan Costa, diretor da agência de talentos e produtora de eventos Chiaroscuro e sócio-fundador da Comic Con Experience, em entrevista ao Meio e Mensagem, Stan Lee (1922-2018) publisher, roteirista e cocriador de alguns dos mais icônicos personagens do universo Marvel, soube fazer muito bem o branded content da Marvel e associa ao Lee essa essência do profissional de comunicação em entender o ambiente da empresa, observar tendências e criar conteúdos em consonância com a sociedade.

Foi assim que o trabalho com “Os Vingadores” foi feito em anos e cria expectativas gigantes em torno das estreias dos filmes.

Com esse trabalho eficaz, cria-se verdadeiros exércitos de influenciadores digitais para disseminar o assunto e marca. Uma prova disso é o perfil no Instagram da Marvel, que não para de crescer.

Por meio da plataforma Airfluencers, é possível avaliar esse crescimento. Nos últimos 90 dias, o perfil oficial no Brasil (@marvelbrasil) houve um aumento de 60% na base de seguidores, hoje marcando 2 milhões. A média de curtidas por publicações está em 373 mil.

A publicação de melhor desempenho, nos últimos três meses, foi o primeiro trailer dos Os Vingadores: Ultimato, o post conquistou 949 mil curtidas e 22,8 mil comentários.

É a influência digital que transcende as telas de celular para a conversão em bilheteria nos cinemas.

Conclusão

O sucesso de uma marca nos dias atuais depende do trabalho de marketing digital que há sobre a empresa, produto ou serviço.

Criar um universo que se aproxima dos consumidores é uma das receitas para o brand da marca. O recurso com influenciadores digitais é a personificação dessa estratégia, aproximar do público alvo, criar experiências e possibilitar que a informação seja propagada pelos próprios consumidores, a velha propaganda de boca a boca, que nunca cai de moda.

Stan Lee, ícone dos quadrinhos soube desempenhar o marketing da Marvel, gerando a experiência nos telespectadores, criando filmes que tinham finais incompletos que só eram concluídos com outros filmes da empresa.

Hoje podemos medir o sucesso pela própria iniciativa dos fãs dos super- heróis em publicar em suas redes os impactos do filme. Os Vingadores: Ultimato, promete bater todos os recordes do cinema.